sexta-feira, 8 de julho de 2011

Trânsito III

Eu estou numa pista de sentido único cuja sinalização permite que se trafegue até a 50 km/h. Então lá vou eu no meu Pálio envenenado na pista da esquerda a uns 65 km/h, quando de repente, não mais que de repente surge uma lesma à minha frente disfarçada de Vectra. Dou uma piscadela de luz alta para que ela perceba que aquela pista é para quem quer andar um pouquinho mais ligeiro e desejo passar. Mas o condutor do carro da frente demonstra-se indiferente ao meu anseio. E porque eu não ultrapasso pela pista da direita? Porque está cheia de carros andando lentamente, é óbvio!

Então, me aproximo mais do carro até quase morder-lhe o para-choque traseiro e dou outra luz alta. Tudo em vão... Avisto logo adiante um semáforo - desses que depois de fechado demoramsegundos eternos para abrir. E parece que não só eu sei que ele demora mais que o tempo normal, pois tão logo o sinal ficou amarelo, a desgrama do Vectra acelerou e passou com o ele ainda amarelo e me deixou presa no sinal vermelho.

Daí apertei aquele botão laranja e roxo que fica no painel do carro e dois compartimentos ao lado do farol de milha se abriram e saíram de lá duas flechas que foram em direção ao Vectra (já do outro lado do cruzamento) e furaram os dois pneus traseiros dele.

Quando o eterno sinal abriu e saí com meu Pálio envenenado e devidamente equipado, passei pelo condutor do Vectra (com as duas mãos na cabeça e olhando para os pneus furados) e falei:
-Falou, hein! Otááário!!!

2 comentários:

  1. Cuidado pra não esbarrar no botão do juízo final.
    http://www.youtube.com/watch?v=srFJ9_W8Em0

    ResponderExcluir