quinta-feira, 14 de julho de 2011

Sarcasmo S/A

Meu humor é sarcástico. Muitas pessoas já fizeram mau juízo a meu respeito por não entenderem que em determinadas situações eu estava só brincando ou tirando um sarro de alguém. Meus amigos - mas os verdadeiros mesmo! - sabem do meu sarcasmo e me aceitam como sou. E fico contente porque eles sim compreendem as minhas tiradas.

Lembrei disso hoje ao dar uma resposta a um pedinte no semáforo. Acho que para ele soou como arrogância, mas não era! Eu estava de ótimo humor e aproveitei para extravasar isso.
- Posso falar com você, moça?
- Você já está falando, moço.

Há uma outra também que eu a-do-ro!
- Posso te fazer uma pergunta?
- Oooutra?!! Mas você já acabou de fazer uma!

A minha grande vantagem é que falo as coisas com um tom sério na voz (seriedade, a propósito, é o meu carma), o que faz com que as pessoas não entendam que se trata de uma piada e fiquem me olhando com cara de espanto. Ontem no banco, um rapaz foi descontar um cheque do próprio pai. Fiz tudo de praxe, conferi assinatura, colhi o endosso e depois de passá-lo na leitora:
- O cheque tá sem saldo.
- O quê?
- Não tem dinheiro na conta pra pagar o cheque.
- Tá falando sério??!!
- Tô.
Ele coçou a cabeça e quando pegou o celular para ligar para o pai (suponho), eu autentiquei o cheque e disse:
- Tava brincando, moço.

Um comentário: