quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Rotina e antiguidades

Perdoem-me a ausência. Mas de tempos em tempos acontecem coisas na vida da gente que nos tiram um pouco da rotina. Infelizmente não poderei partilhar aqui com vocês as mudanças que têm ocorrido ultimamente. Não que vocês não mereçam saber da minha vida interessantíssima - sim a minha vida é muito interessante, tá? ao menos para mim... Pode ser que para vocês pareça chato acordar, brincar com o filho, cuidar da casa, ir trabalhar no caixa de um banco, voltar, brincar com o filho e dormir. Contudo, são os pormenores que tornam tudo muito interessante. Por exemplo, eu vejo crônicas em todas as situações: quando estou no carro, ou brincando com o menino, ou atendendo ou conversando com alguém. Tenho vontade de escrever sobre todas as pequenas coisas do meu cotidiano. Então por que não escreve, Ana Paula? Às vezes, por falta de tempo, às vezes por não me lembrar sobre o que eu queria escrever... Perda de memória recente, como a Dora de Procurando Nemo.

Deveria andar com um bloquinho a tira-colo como os jornalistas antigos faziam. Hoje o negócio são tablets, eu sei tá? Mas as coisas antigas me fascinam muito (fora que as novas são muito caras), somente pela sua beleza nostálgica. Daqui uns dias publicarei a foto da minha tevê preto e branco, com botãozinho de rodar para trocar os canais. Mooorram de inveja! Eu posso não ter namorado, mas tenho uma tevê preto e branco antiga que ainda está funcionando... Que tal? Hein? Hein? Muitas pessoas têm namorados, mas poucas têm o privilégio de ter um aparelho desses.

Prometo não me abster de vocês por tanto tempo novamente. Adoro esse blog! Adoro as pessoas que lêem esse blog! Adoro os comentários que recebo sobre o blog! Vocês merecem a minha dedicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário