quinta-feira, 9 de maio de 2013

Dê-me somente o que é meu

Sempre sofri de cobrança. A pior de todas: a autocobrança. Digo que ela é pior, porque além de exigir coisas de mim mesma - com a melhor qualidade e o menor tempo - tratava de incutir na minha cabeça que os outros também depositavam em mim suas expectativas, ou seja, sofrimento em dose dupla.

Se se cobrar traz desconforto, o processo de tomada de consciência e ruptura também o traz. É uma faca de dois gumes, só que de um lado é uma lâmina finíssima de corte preciso e de outro uma lâmina grossa, cheia de dentes e enferrujada.


Um comentário: