quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Coisas de mãe, parte II

Uma das vantagens de ter sido mãe é que finalmente parei de ouvir a célebre frase "Quando você for mãe, você vai saber..." ou "Deixa quando você tiver os seus filhos..." ou "Só quem é mãe que sabe."

Há três anos não ouço nenhuma delas e é reconfortante. Sim. Agora posso compreender tudo que minha mãe dizia. É verdade. Mas é verdade também que ficar ouvindo aquilo o tempo todo irritava um pouco. Dá vontade de dizer "Tá... Tá... Eu já sei...", mas eu não podia! Senão ela diria "Quando você for mãe você vai ver o quanto essas más criações doem." e pronto, tava instalado o drama. Se tem uma coisas que nós (mães) sabemos fazer é drama. Confesso que eu achava isso uma artimanha desprezível, mas hoje ela passou de desprezível para extremamente eficaz. Basta o menino fazer algo que eu não quero ou não gosto que já vou logo pondo a mão no rosto e forjando um choro! Nem preciso chorar. Ele, esperto como é, já entendeu que se iniciou a sessão drama e já trata logo de mudar de postura antes que eu comece a dizer que os filhos dele farão exatamente igual. É um ciclo, meus caros! Inevitável! Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais, em maior ou menor grau acabamos sempre por nos comportar como eles.

P.S.: Hoje não errei a letra da canção. ;)

Um comentário:

  1. Ainda ouço muuuito essa frase. Mas treino a parte dramática nos alunos, por enquanto... =)

    ResponderExcluir