segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Meu filho precisa de um irmão

Cheguei a essa conclusão depois de vê-lo conversando com a tevê. A princípio é engraçado. O desenho pergunta, ele responde. Diz algo engraçado, ele repete. Ri das piadas dos personagens e dança quando toca música. Portanto, a interatividade é total. Só que eu sou filha única e sei que não é legal ser amiguinha da televisão. Amiguinhos de verdade são muito mais interessantes. Dá pra bater neles, morder, chutar, empurrar e tudo mais que não se faz com uma tevê de dois mil reais. Sem falar no relacionamento. Conviver com um aparelho desses é anos-luz mais simples do que com pessoas de carne e osso. Quando eu me canso, a desligo e vou pro quarto. E ela fica lá, fixada na sala até que eu a queira novamente. Quando o marido se cansa da esposa e vai para o quarto ela vai atrás e continua falando.

Quando digo que o Pedro precisa de um irmão, não precisa ser necessariamente isso. Uma vez que ainda não me sinto preparada para uma nova maternidade. Mas ele precisa interagir com outras crianças e até mesmo outros adultos, porque agora que ele aprendeu a falar (e não para por nada nesse mundo) é cada vez mais latente a necessidade de conhecer o mundo. Eu sei que é importante que ele o conheça sob diversas óticas, para não ser um menino egocêntrico quando crescer.

3 comentários:

  1. Guilherme Araujo21/11/2011 21:42

    oi ana....

    dei trelas aki agora!!
    nao deste post, mas sim... PERIPECIAS DO CAIXA!
    Trampando no caixa tambem, passou um filme na cabeca. tudo eh identico. so muda o banco.
    saudades de tu!

    e da logo um irma (o) pro seu filho, oxi!!
    de quebra, mas 6 meses de "folga"ne?
    hehehe
    bjaum.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gui!!! Vc ta no caixa tb?! É hilário, né? A-d-o-r-o!

    Nem se fossem 12 meses eu peitaria mais uma gestação agoora! rsrsrs

    Saudades! Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Eu queria ser filho único, se eu fosse talvez eu tivesse o maldito Diário do Bebê que meu irmão tem. T_T

    ResponderExcluir