quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Tempos difíceis

Amigos, perdoe-me a ausência. Não sei o que tem acontecido comigo ultimamente, mas ando com um estranho desejo de evasão. Vontade de sumir, sabe como é? Afinal, quem nunca sentiu isso? Seja naquela festinha que você pagou o "mó mico", ou quando seu chefe te deu um fodeback daqueles, ou quando o carinha que você estava afim passou na sua frente com outra, ou quando se saiu mal na prova que você falou pra todo mundo que tinha arrasado, ou quando bateu o carro por uma falha sua. Tudo isso é motivo para (por alguns instantes) assumir uma forma gasosa e se esvair no ar. Puf! Ou poderia ser de outro modo também! E se, de repente, quando sua mãe começasse a falar sem parar e você não estivesse disposto a ouvir, suas orelhas fossem se fechando e o buraco do seu ouvido diminuindo, diminuindo, diminuindo... até estar completamente surdo e incapaz de ler lábios. Evasão! Se o seu instinto, ao perceber que você veria algo que te deixaria extremamente abalado te cegasse por instantes, impedindo de uma forma absoluta que se deparasse com aquilo que não estava apto a ver. Evasivamente fantástico! E, melhor ainda, se estivesse indo a algum lugar que pudesse te trazer dissabores, abriria um enorme buraco no chão e você seria abduzido para outra dimensão até que aquela circunstância passasse e, então, seria devolvido à sua realidade feliz por meio de um portal mágico. Saída pela tangente!

Contudo, todavia, entretanto não adianta querer fugir dos problemas. Não adianta querer desejar apenas um mundo perfeito cheio de unicórnios rosas, arco-íris, coelhinhos saltitantes e pessoas felizes. A realidade é dura e é ela que nos torna pessoas melhores.

Essa semana eu li um texto que dizia que ao nos deparamos com um ponto preto numa folha em branco, tendemos sempre a dar importância ao ponto preto, em vez de contemplar a enorme folha em branco. Ou seja, temos tantas coisas boas na vida, para que nos atermos aos problemas, não é mesmo?

Mas que dá vontade de fugir de vez em quando, ah, isso dá!!!

2 comentários:

  1. "São tempos difíceis para os sonhares."

    ResponderExcluir
  2. Ervilho Mann18/12/2011 00:30

    Não fuja agora que eu cheguei!

    ResponderExcluir