sábado, 7 de dezembro de 2013

Saída pela tangente

O Leão da Montanha foi um ícone na criação de muita gente.
-Saída pela esquerda! - dizia ele.
Tangenciar também é ótimo negócio para os evasivos. Flerta com o cateto oposto e com o cateto adjacente ao mesmo tempo. Não concordo, nem discordo... muito pelo contrário. Dúbio até mandar parar.
Sei ser evasiva quando me convém, mas o fato é que, na maioria das vezes, prefiro enfrentar.
Homem é diferente. Para eles a melhor saída e mais rápida é sempre correr. Corra, Forrest, corra!
Leão da Montanha é masculino. Forrest Gump é masculino. Basta digitar a expressão "Tô caindo fora" no Google e verá a resposta: os cinco primeiros resultados são de músicas cantadas por homens, a sexta é cantada pela Ana Carolina (o que dá quase na mesma).
Portanto, é com toda propriedade, vivência e conhecimento de causa que afirmo que homens são evasivos.
Entretanto, há alguns piores que outros.
Há aqueles que não evadem apenas no sentido de dar um retorno esperado diante de uma situação. Há os piores, o que botam os seus sentidos em "off" quando preveem uma situação razoavelmente complicada. Desligam olhos, nariz, boca e ouvidos... hibernam acordados.
Pois bem, ao evasivos do meu coração, saibam que a paciência feminina tem limites... e estão cada dia mais curtos, curtíssimos, curtérrimos... E se o dia que vocês resolverem voltar dessa corrida, não encontrar ninguém, saiba que a mulher também evadiu. Mas quando ela o faz, faz de verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário