terça-feira, 19 de agosto de 2014

Insanidade level hard

Eu tenho uma quedinha por surtos. Sou o tipo de pessoa que aguenta muita coisa calada e, talvez por isso, sonho com meus dias de fúria. Agora mesmo estava revendo a cena desse filme aqui,só para, por catarse, me sentir vingada.



No geral não sou vingativa, entretanto, às vezes, tenho vontade de fazer maldades insanas. Daquelas maldades tipo cortar a cueca que chegou suja de batom e aproveitar que já estou com a tesoura na mão e picotar as mangas das camisas, as camisetas de marca, as calças, bermudas, meias, gravatas... tudo! Deixá-lo com uma mão na frente e outra atrás... e, se algo mais aparecer sujo de batom, também vai para o espaço, seja o pescoço, o peito ou o pinto. 

Outra situação hipotética em que traço todo um roteiro de descarga emocional vingativa é quando alguém fecha meu carro no estacionamento. Por duas vezes deixei recadinhos escritos com batom no vidro do carro depois de manobrar meu carro zilhões de vezes até conseguir tirá-lo do local. Recados leves do tipo "evite fechar as pessoas, ok?" ou "fechar o carro dos outros não é legal". Todavia, o meu mais profundo desejo é de arranhar com um prego o carro do Indivíduo Sacana e para cada arranhão eu escreveria na lataria do carro um xingamento e uma frase moralista com pincel atômico preto. "Da próxima vez, enfia esse carro no seu cu, seu merda!!" Sim, e colocaria todas as vírgulas e acentos para ele ver que ser trata de uma pessoa com boa educação... no seu dia de surto, mas com boa educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário